Novas oportunidades para que os jovens e crianças  sirvam nos Templos.

Novas oportunidades para que os jovens e crianças  sirvam nos Templos.

Comunicados da Imprensa

A Igreja abre novas oportunidades para aumentar a preparação e a participação dos jovens e das crianças no serviço do templo

As mudanças nas normas anunciadas recentemente permitem que os jovens e as crianças SUD “[ocupem-se] zelosamente” no serviço do templo de novas maneiras.

A Primeira Presidência anunciou mudanças nas normas do templo que abrem aos rapazes e às moças da Igreja mais oportunidades de servir no templo, e ajudam as crianças da Primária a  prepararem-se melhor para servir.

Uma carta de 14 de dezembro descreve as seguintes mudanças nas normas que entrarão em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018:

Sob a direção da presidência do templo, as moças podem ajudar com as tarefas do batistério, que hoje são realizadas por irmãs voluntárias e oficiantes de ordenanças do templo.

Sob a direção da presidência do templo, os sacerdotes podem oficiar em batismos pelos mortos, inclusive realizando batismos e servindo de testemunhas.

A reunião de Preparação para o sacerdócio vai mudar para uma reunião combinada de Preparação para o sacerdócio e o templo,para meninas e meninos de 11 anos de idade e seus pais.

De acordo com o élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos e presidente do Comitê Executivo de Templo e História da Família, essas mudanças serão uma grande bênção para as moças, os rapazes e as crianças da Igreja. “Com os magníficos avanços da tecnologia, a nova geração respondeu espiritualmente às oportunidades e aos desafios apresentados. Tais mudanças vão permitir um aumento na preparação e na participação na grande obra de salvação para os mortos”, disse ele.

Mais oportunidades no templo para os jovens

Dependendo das necessidades de cada templo, a presidência do templo terá a opção de pedir às moças com idade de 12 a 18 anos e aos sacerdotes, com recomendação para o templo de uso limitado, que sirvam no templo de novas maneiras.

“Nossos jovens aceitaram o convite de participar do trabalho do templo e da história da família de maneiras extraordinárias”, disse a irmã Bonnie L. Oscarson, presidente geral das Moças. “Essas oportunidades adicionais de servir no templo vão dar mais significado à experiência de realizar batismos por seus antepassados. Estou entusiasmada por saber que eles poderão participar desta obra de novas maneiras.”

Uma delas é dar às moças uma participação maior, ajudando no trabalho do batistério do templo. Elas podem, por exemplo, ser chamadas para registrar as ordenanças de batismo e confirmação, recepcionar os usuários do batistério, distribuir as roupas batismais e designar armários.

“O serviço e os talentos das moças da Igreja são necessários na edificação do reino de Deus na Terra, e esta é mais uma maneira de ajudarem a levar esta obra avante”, disse a irmã Oscarson.

Com a permissão dos líderes locais do sacerdócio, os rapazes ordenados sacerdotes estão autorizados a realizar batismos para membros vivos nas capelas e outros locais adequados. A mudança na norma significa que eles também podem batizar ou servir de testemunhas dos batismos do templo, cumprindo a instrução das escrituras de que é “dever do sacerdote (…) batizar” (D&C 20:46).

“Cada rapaz que for ao templo e oficiar na sagrada ordenança de batismo pelos mortos receberá um entendimento maior do que é o serviço do sacerdócio e de como ele abençoa todos os filhos de Deus”, disse o irmão Stephen W. Owen, presidente geral dos Rapazes. “Imaginem como o serviço no templo vai ajudá-los e fortalecê-los na preparação para o futuro serviço como missionários de tempo integral.

É maravilhoso pensar que mais jovens sacerdotes receberão oportunidades de administrar a ordenança de batismo”, acrescentou o bispo presidente Gérald Caussé. “À medida que magnificarem as obrigações do Sacerdócio Aarônico, nossos rapazes vão reconhecer e honrar mais a sagrada autoridade que possuem. Ao participarem da espetacular obra de salvar almas, a fé e o amor deles pelo evangelho vai aumentar, preparando-os para receber e exercer o sacerdócio maior e servir missão.”

O élder Cook acrescentou: “Confiamos que nossa juventude aceitará este desafio, tornando-se mais semelhantes a Cristo, recebendo as eternas bênçãos que advêm àqueles que trabalham na vinha por seus antepassados falecidos. Oramos para que este seja um esforço individual, familiar e da ala, a fim de que todo jovem, inclusive os que não conseguem identificar seus antepassados, seja abençoado ao realizar essas ordenanças sagradas.

Reunião de preparação para o sacerdócio e o templo para as crianças da Primária

Tradicionalmente, a Preparação para o sacerdócio é realizada uma vez por ano, com a presença dos pais, para apresentar e preparar os meninos de 11 anos de idade para o sacerdócio.

O élder Cook disse que ele e outros líderes estão gratos porque a partir do próximo ano, os meninos e as meninas de 11 anos de idade vão receber orientação na reunião anual de Preparação para o sacerdócio e o templo sobre o serviço no templo, o serviço do sacerdócio e como fazer e guardar convênios sagrados. A reunião será planejada pela presidência da Primária local, sob a direção do bispo ou do presidente de ramo. As presidências dos Rapazes e das Moças e as presidências do quórum de diáconos e da classe das Abelhinhas também podem ser convidadas a participar.

A irmã Joy D. Jones, presidente geral da Primária, disse: “Estamos muito animados com essa mudança na Preparação para o sacerdócio e o templo, onde os meninos e as meninas de 11 anos de idade vão ser ensinados sobre o sacerdócio, as bênçãos do serviço no templo e a importância de fazer a manter convênios sagrados. Oramos para que estas crianças do convênio tenham foco, preparem-se desde cedo, para entrar no templo”.

“A inclusão das meninas nas reuniões de Preparação para o sacerdócio e o templo é maravilhosa”, disse a irmã Oscarson. “Ajudará nossas meninas e nossas moças a perceber, cada vez mais cedo, o quanto elas têm a contribuir e como são importantes no trabalho da Igreja. Estou feliz porque todos os jovens vão compreender melhor seus convênios e as muitas bênçãos que receberão ao participar no trabalho direcionado do sacerdócio.”

“Como a Preparação para o sacerdócio anteriormente, as novas reuniões de Preparação para o sacerdócio e o templo serão uma oportunidade importante para ajudar os meninos a compreender o sacerdócio e fortalecer o compromisso deles de se prepararem para recebê-lo”, disse o irmão Owen. “Hoje em dia, mais do que em qualquer outra época na história da Igreja, precisamos de diáconos que estejam prontos e ansiosos por aprender e cumprir suas obrigações no sacerdócio. Esperamos que as reuniões de Preparação para o sacerdócio e o templo sejam a base para o aprendizado contínuo em suas reuniões de quórum semanais.”

Observação de Guia de Estilo:Em reportagens ou notícias sobre A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, por favor utilize o nome completo da Igreja na primeira referência. Para mais informações quanto ao uso do nome da Igreja, procure on-line pelo nosso Guia de Estilo.